Press "Enter" to skip to content

Dias após denúncia, funcionária segue em condição degradante de trabalho

Mesmo após sofrer grave denúncia de desvio de função e exposição de funcionária a situação degradante de trabalho e constrangimento, a Prefeitura de Siderópolis manteve sua posição.

A trabalhadora continua cumprindo hora sentada em uma cadeira em local insalubre, com máscara e sofrendo com o calor.

Outro fato que chama a atenção é a manutenção dos aluguéis do atual pátio, onde a funcionária foi colocada “de castigo”, e da Casa Amarela sem a exigência de reformas. Ambas edificações não oferecem mais condições de segurança e, inclusive, encontram-se em piores condições do que as antigas instalações da garagem, interditadas pelo Ministério do Trabalho ainda no período de transição para o primeiro governo Alemão, por precisar de manutenção nos telhados.

É possível verificar, conforme foto abaixo de jornal da época, que o aluguel de um dos imóveis foi acordado ainda em 2012, antes mesmo da posse oficial do prefeito.

Nem prefeitura e nem vereadores se manifestaram publicamente sobre os fatos.

fotos do pátio: sidera.com.br

 

Share This:

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adaptado por Imprensa Livre